História

A história da Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo começa em dezembro de 1941 quando o seu grande incentivador Ary Silva, então repórter dos Diários Associados e da Rádio Bandeirantes, conseguiu organizar os profissionais envolvidos e realizar a primeira assembleia que o escolheu como presidente.

Com poucos recursos, a entidade, então localizada no Prédio Martinelli, no centro da cidade, foi crescendo até que em 1944 estabeleceu-se, através de decreto estadual, que o associado deveria ter livre acesso aos eventos esportivos. No principio dos anos 50 a Aceesp, sob o comando de Carlos Paioli, adquiriu um edifício na Avenida do Estado para onde transferiu sua sede.

Na gestão seguinte, de Geraldo José de Almeida, foi criado o jantar comemorativo de fim de ano. No mandato de Flávio Iazetti foram estabelecidos os hoje tradicionais Páscoa e Natal do Cronistinha, além de reformas estatuárias e o primeiro período em que a festa da Aceesp passou a ser bancada por recursos próprios. No final dos anos 70, sob o comando de Flávio Adauto, a entidade mudou-se para a sede própria da Avenida Paulista, um dos endereços mais valorizados da capital, onde está até hoje. A reforma dessa sede, na presidência de Lucas Neto, no inicio dos anos 80, fez com que a Aceesp pudesse promover eventos como o sorteio de grupos do Mundial de Futsal de 1982.

Na gestão seguinte, de Mario Marinho, foi criado o prêmio Ford-Aceesp, que premia os melhores profissionais da área escolhidos por voto dos associados, com entrega em um jantar de gala. Na presidência de Paulo Cézar Correa, a partir de 2004, foi encerrado o vínculo com a Federação Paulista de Futebol, que durante a história da associação contribuiu com apoio financeiro proveniente das arrecadações de jogos do Campeonato Paulista. Hoje em dia, sob o comando de Ricardo Capriotti, a Aceesp vive exclusivamente das anuidades de seus associados e dos credenciamentos de profissionais do jornalismo esportivo.

Luiz Ademar (presidente) e Erick Castelhero (vice) assumiram a Aceesp em fevereiro de 2010 priorizando o recadastramento da categoria, criando a Copa Aceesp Nike, ampliando as categorias do Troféu Ford Aceesp, que passou a ser votado pela internet, não apenas pelos sócios, mas também pelos leitores, internautas, telespectadores e ouvintes. Os almoços do Dia das Mães e Dia dos Pais foram retomados, as palestras e cursos foram criados na sede da entidade, entre outras benfeitorias para a categoria.