TIMAÇO DA ACEESP EM CAMPO

TIMAÇO DA ACEESP EM CAMPO – 18/07 – ARENA WS BARRA FUNDA

 

Mais uma noite de gala no futebol ACEESP.

 

A honra de participar do evento mais esperado de cada quinzena fica evidente nos olhares e movimentos do pré-jogo. Os convites são feitos, a lista de presença ( o famoso RSVP) é organizada com antecedência. As limosines (ônibus, carros pessoais, metrô e caronas) se enfileiram e os convidados, já trajados adequandamente  entram na praça do evento. No vestiário, no grupo do WhatsAPP, na entrada do gramado da Arena WS, a pequena, mas presente, ansiedade para observar quais companheiros estarão no seu time. Só faltaria mesmo a música apoteótica, o perfilar e a execução do hino.  Mas nem precisa dessa parte. O clima é o mesmo: Festa de Gala no futebol dos associados da ACEESP.

E antes dos marmanjos vestirem seus ‘smokings’, as meninas da ACEESP também desfilaram suas habilidades no treino para a COPA IMPRENSA 2016, num jogo-treino pra valer.

Montados os arranjos, organizadas as mesas, os ‘diretores do buffet’ organizaram os times.  Cardápio da noite:  jogão com bom tempero de técnica e tática nos dois grupos de garçons, cumins, cozinheiros, lavadores de pratos, decoradores, maestros e turma da orquestra.

E a ‘festa’ começou com total equilí­brio.  Bons garçons servindo bem a bola tanto na defesa, quanto no meio de campo e nos respectivos ataques. Com isso, novamente, para contentamento geral da nação de jogadores-jornalistas-radialistas – o jogo foi espetacularmente equilibrado.  Mais e melhores finalizações  para o elenco de smokings Laranjas. Mais consistência de meio campo do time de smokings Azuis.

 

Desse modo, o empate persistiu até os 30 minutos do primeiro tempo. É verdade que momentos antes, numa jogada de infiltração, Cheni cometeria o seu primeiro pênalti da noite.  Bira recebe passe açucarado de JP Cappelanes e é sutilmente seguro pelo braço. Uma jogada que só ele e o defensor poderiam definir se teria sido faltosa. Com algum celeuma, mesmo que rápida, a bola foi colocada na marca da cal.  Bira Castellano bate no canto direito do bom goleiro Fernando, que faz grande defesa. Na visão da reportagem, foi uma boa dose de ‘fair play’, para que não ficasse uma consequência de gol, num lance que outros duvidaram.

Mas, minutos depois, as investidas de ataque dos laranjas foram se acentuando, com duas grandes oportunidades em jogadas de “pivô”, tendo Bira, novamente, como protagonista na função, primeiramente num “um, dois” clássico, em toque avante para JP Cappelanes receber em condições de finalizar direto para o gol, mas o meio campista acabou chutando pra fora. Pra fora, também, o chute de Alexandre Silvestre, depois de um “passe e parede” realizado pelo pivô dos laranjas.  Quem não errou foi Felipe Pallermo, que, apesar de não ter feito uma grande exibição na noite de segunda-feira, teve uma participação decisiva, num belo gol de fora da área, acertando o ângulo direito do goleiro Fernando.

Cheni, novamente.

Pérsio Junior em excelente avanço pela direita do ataque Laranja, invade a área  ao ser derrubado por Anderson Cheni. Novamente, falta máxima.  Desta vez, Pallermo e Cappelanes disputam amistosamente quem cobrará. JP pegou e bateu no mesmo canto onde Bira cobrou a primeira vez. No entanto, Fernando não conseguiu chegar nessa.

Já pelos Azuis, as boas articulações de Vini, Urande, Jota Sampaio e Raphael, abasteceram bem aos avantes Felipe Cavalcante, Medina e Rodrigo Hidalgo. Numa excelente finalização, Urande quase marcou. A bola caprichosamente acertou o travessão.  Noutro lance, o goleirão Felipe Abreu conseguiu cortar um cruzamento e a bola sobrou para Rodrigo Hidalgo, que não conseguiu concluir, pelo bom posicionamento da zaga formada por Wander e Salomão, além do apoio do cabeça de área Rodrigo Alves. Mas, numa pequena falha da defesa laranja, Rafael, Felipe Cavalcante, Urande e Hidalgo, conseguiram chegar ao primeiro gol.  E no final, “ao apagar das luzes” da partida, num lançamento espetacular e infiltração de rapidez e força de Felipe Cavalcante, Rodrigo Hidalgo aproveitou o cruzamento para fechar o placar da partida em 2 x 2 .

Cheni, novamente….

Infelizmente, faltando 15 minutos para o término do jogo, Anderson Cheni sobre um pequeno acidente, num lance casual de jogo,  com um pequeno entorce e pancada no joelho (que já foi operado anteriormente) e acaba deixando o gramado pela contusão.

Na Zona Mimimista

Cheni, novamente, agora com razão, reclamando de dores. Felipe Cavalcante, com um pequeno entorse de tornozelo. Alê Silvestre e Jota Sampaio, numa breve conferência técnica sobre tempo de jogo. Mas, como sempre, sorrisos e fim de festa com serviço excelente. Convidados bem atendidos e satisfeitos.  Só nÃo teve dança da valsa. Nem foi pra tanto assim….

Laranjas: Felipe Abreu, Salomão, Wander, Persio JR , Claudinho e Luis Claudio. Rodrigo Alves, Alê Silvestre e JP Cappelanes. Felipe Pallermo e Bira Castellano.

Azuis:  Fernando, Fernando (zaga Gazeta), Cheni e Luis Mendroni, Jota Sampaio e Rafael. Urande, Vini e Felipe Cavalcante. Rodrigo Hidalgo e Medina.

 

Crônica do jornalista Bira Castellano

 

Confira a agenda do time de futebol da ACEESP:

01/08 – das 22h30 à 00h00 – Treino 

15/08 – das 22h30 à 00h00 – Treino 

 

 

Informações através dos e-mails:

anamarina@aceesp.org.br

presidente@aceesp.org.br

 

 

VEM AÍ A COPA IMPRENSA ACEESP DE FUTEBOL SOCIETY 2016