Filme que debate o árbitro de vídeo será lançado em sessão gratuita em São Paulo

Filme que debate o árbitro de vídeo será lançado em sessão gratuita em São Paulo

O documentário “VAR – Reflexões sobre o árbitro assistente de vídeo” estreia no dia 2 de outubro, às 19h, em sessão gratuita do CINEfoot no auditório do Museu do Futebol.

A adoção do árbitro de vídeo vem para reduzir os erros e trazer justiça ao futebol? Ou a tecnologia acaba com a polêmica e tira a graça do esporte? As mais diversas visões sobre o recurso de arbitragem são debatidas no curta-metragem “VAR – Reflexões sobre o árbitro assistente de vídeo”. O filme será lançado no dia 2 de outubro, às 19h, durante a mostra competitiva do CINEfoot, o festival brasileiro de cinema de futebol.

A sessão será aberta ao público, com entrada gratuita, no auditório do Museu do Futebol em São Paulo. O documentário traz a opinião de ex-árbitros que acompanharam as tentativas de adoção do VAR, como Salvio Spinola e Oscar Roberto Godoi. O filme também ouve quem participou dos debates na Fifa e na Uefa, como o instrutor técnico Marcos Falopa, além de repercutir opinião da mídia, como o jornalista Julio Gomes e o narrador Marcelo do Ó.

Assista ao trailer: https://youtu.be/HPh7E8EYIko

O filme faz um resgate histórico e relembra os 20 anos do “caso Castrilli”. Em 1998, o futebol brasileiro assistiu a uma das mais controversas arbitragens já vistas. Na semifinal do Campeonato Paulista, o juiz argentino Javier Castrilli deu um pênalti para lá de discutível ao Corinthians e tirou a Portuguesa da final no último minuto. O documentário deixa a pergunta: e se o VAR existisse e fosse usado na época? O resultado teria sido diferente?

“VAR- Reflexões sobre o árbitro assistente de vídeo” não se limita apenas às opiniões de especialistas, mas sai a campo e dá voz a torcedores, a boleiros e até ao dono de um dos lugares mais tradicionais de discussão: a barbearia. Trata-se de um curta-metragem que une a visão técnica e de gestão com a opinião de quem frequenta as arquibancadas.

O filme é uma produção do Acervo da Bola e tem a direção do produtor multimídia Cristiano Fukuyama e do jornalista Luiz Nascimento. A dupla já lançou mais de uma dezena de filmes, tendo sido premiada duas vezes no CINEfoot. Em 2016, venceram o prêmio de melhor longa-metragem com “Ivair – O Príncipe do Futebol”. Em 2017, com “Eu, Jogadora”, ficaram com o prêmio de segundo melhor curta-metragem em exibição no festival.

SESSÃO DE LANÇAMENTO

CINEfoot – Festival Brasileiro de Cinema de Futebol
Data: 2 de outubro de 2018
Horário: 19h00
Local: Auditório do Museu do Futebol
Endereço: Praça Charles Miler, s/n, São Paulo, SP

FICHA TÉCNICA

VAR – Reflexões sobre o árbitro assistente de vídeo
Produção: Acervo da Bola
Direção: Cristiano Fukuyama e Luiz Nascimento
Entrevistados: Daniel Domingues Pires, Julio Gomes, Marcelo do Ó, Marcelo Eichenberg, Marcos Falopa, Murilo Oliveira, Oscar Roberto Godoi e Salvio Spinola.
Duração: 22 minutos

-- 
Luiz Nascimento
Acervo da Bola
www.acervodabola.com.br
(11) 9 7668-7363